História do Condado de Vila Nova de Portimão (1465-1698)

20.00


Contracapa
Categoria:

Descrição

Em Agosto de 1463 um grupo de trinta e quatro moradores da localidade de Portimão, a que se juntaram outros seis de Silves, pediram autorização para a fundação de uma nova localidade, que se designaria São Lourenço da Barrosa. Este tem sido apontado, erradamente, como o momento fundador de Vila Nova de Portimão. Diz-se erradamente, porque a localidade de Portimão já aparece documentada desde o Século XI, ainda que sempre como termo e porto da cidade de Silves e não como vila autónoma.

Em 1465, já com o estatuto de vila, a localidade de Portimão foi dada de Senhorio ao Almirante de Portugal Rui Afonso de Melo, Primeiro Senhor de Vila Nova de Portimão (1465-1467).

Com a morte do Almirante o Senhorio retomou à Coroa, mas, em 1472, voltou a ser dado a D. Gonçalo Vaz de Castelo Branco, Segundo Senhor de Vila Nova de Portimão (1472-1495).

A este sucedeu D. Martinho Vaz de Castelo Branco Valente, Terceiro Senhor (1495-1527) e Primeiro Conde (1514-1531) de Vila Nova de Portimão.

Dividida em 23 capítulos, esta obra contempla a biografia de cada um dos seus Senhorios e Condes, com um apontamento histórico e monográfico para cada um desses períodos, com um levantamento documental  cronológico.

Na opinião do historiador Pedro Manuel Pereira, autor do prefácio: “Este livro que o Nuno Inácio apresenta aos leitores é uma monografia de Portimão, que relata uma importante fatia da história desta urbe e das suas gentes, um trabalho de investigação sério e escorreito que se encontra na senda do que defendia Oliveira Marques.

Vem preencher uma grave lacuna no campo da historiografia desta cidade, sede de um vasto concelho, território que se encontra a ele ligado por um cordão umbilical.”

Reviews

Reviews

There are no reviews yet.

Apenas utilizadores registados que tenham comprado este produto podem deixar uma avaliação.