Descrição

Conistorgis, como posteriormente me viria a aperceber, era a povoação quiçá mais importante dos Cónios, povo que, ao tempo, teria habitado não só o Sueste do actual Baixo Alentejo, mas também, pelo menos, todo o Leste Algarvio, estendendo-se esse domínio talvez mesmo até às imediações de Portimão.

Os povos Cefes, Cempsos, Estrímnios, são nomes que se entretecem com outros, como Trebaruna, Nabia, Bandua, Catraleucos, Oxthracas, Conistorgis… Distantes e misteriosos, como misteriosa e distante era a Ibéria, onde o «Mundo» acabava, e o Sol se refugiava nas profundezas do Oceano, buscando a noite…

Ao longo das páginas, encontrarão, de forma acessível, parte da sua história ancestral até aos primórdios da conquista romana.

 

Reviews

Reviews

There are no reviews yet.

Seja o primeiro a escrever sobre “Ibéria – As Sombras de Conistorgis”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Editorial Review

Conistorgis, como posteriormente me viria a aperceber, era a povoação quiçá mais importante dos Cónios, povo que, ao tempo, teria habitado não só o Sueste do actual Baixo Alentejo, mas também, pelo menos, todo o Leste Algarvio, estendendo-se esse domínio talvez mesmo até às imediações de Portimão.

Os povos Cefes, Cempsos, Estrímnios, são nomes que se entretecem com outros, como Trebaruna, Nabia, Bandua, Catraleucos, Oxthracas, Conistorgis… Distantes e misteriosos, como misteriosa e distante era a Ibéria, onde o «Mundo» acabava, e o Sol se refugiava nas profundezas do Oceano, buscando a noite…

Ao longo das páginas, encontrarão, de forma acessível, parte da sua história ancestral até aos primórdios da conquista romana.