O ALGARVE – Notas impressionistas

15.00


8 em stock

Descrição

O I volume da coleção Biblioteca Algarviana, é uma edição fac-simile da edição original publicada no ano de 1894 do escritor e político Júlio Lourenço Pinto com o título de “O Algarve: notas impressionistas” é um texto com alguma predominância etnográfica e uma excelente fonte monográfica. O Autor desempenhou funções administrativas como Governador Civil do Algarve, e ficou lembrado por ter proibido o uso do BIOCO algarvio. As considerações que aí teceu sobre esta peça de vestuário local, são reveladoras do seu pensamento sempre atento aos perigos que potencialmente ameaçavam a sociedade.
“…um capote, de farto cabeção, pesado e tão abundante de pano, que por completo encobre o corpo amplamente e até aos pés, encimando-se […] por um chale preto, que, envolvendo e rebuçando rosto e cabeça se enrola em forma pontiaguda», pelo que esse «tubo cónico termina por um pequeno orifício, fresta única para a respiração e raios visuais»; assim, o corpo ficava «hermeticamente» encarcerado «nesta farpela impenetrável a todas as curiosidades.”

Reviews

Reviews

There are no reviews yet.

Seja o primeiro a escrever sobre “O ALGARVE – Notas impressionistas”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *